Dois gênios do piano: Monk e Gould

Quando preciso arejar os ouvidos procuro ouvir bons pianistas. Adoro prestar atenção nas pausas, nos estilos de cada um, na delicadeza ou na ferocidade com que eles atacam as teclas brancas e pretas, aquela infinidade de notas e acordes.
Dois músicos que eu ouço sempre são Thelonius Monk e Glen Gould. Eles foram contemporâneos e igualmente geniais cada um em seu gênero. Ambos tinham um comportamento pouco social, Gould teve uma suspeita de autismo quando criança e Monk chegou a tomar Litio para depressão. Eles se davam bem mesmo é com seus instrumentos.
Gould se dedicou à obra de Bach e é um de seus melhores intérpretes inegavelmente. Thelonius Monk foi um dos inventores do bebop mas logo se destacou e inventou um jeito próprio e único de tocar e compor. A coletânea “Monk Alone” é uma preciosidade. De ouvir sem parar. Ouvir esses mestres do piano educa e liberta. Experimentem…

Thelonius Monk

Glenn Gould

Deu pra perceber como eles tem muito em comum?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s