Especial Arnaldo Antunes e Tulipa Ruiz na sede do Google – Ouça Aqui!

Um programa muito especial do encontro entre Arnaldo Antunes e Tulipa Ruiz para o hangout da página do Google+

Arnaldo e Tulipa – Bloco I

Arnaldo e Tulipa – Bloco II

Naná ensina…

Ensaio com 60 crianças no Nascedouro de Peixinhos em Recife. Naná Vasconcelos mostra como fazer e faz junto. Lindo de ver! Aqui elas se preparavam pro show do cd Sinfonia e Batuques que fechou a virada cultural de Recife no último final semana.
Mas foi em 2008 que Naná teve a idéia do projeto Lingua Mãe e reuniu crianças do Brasil, Portugal e Africa. Eles cantaram sob a regência de Naná, Ari Colares e Guelo na percussão e acompanhadas pela Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Claudio Santoro com o maestro Gil Jardim. Emocionante…

Veja o teaser:

Quer mais Naná Vasconcelos? Vai no site oficial do mestre!

Dá licença pra felicidade!? NIna Becker lança seu primeiro clipe: Toc Toc.

Toc Toc é música de Rubinho Jacobina que faz parte do cd VERMELHO.
Produzido por Maurício Tagliari, Carlos Eduardo Miranda e Nina Becker
a&r Maurício Tagliari
Direção técnica Carlos ‘Cacá’ Lima
Gravado por Gustavo Lenza nos estúdios YB em São Paulo
Mixado e marterizado por Carlos ‘Cacá’ Lima nos estúdios YB em São Paulo
musicos: Gabriel Bubu, Bartolo, Eduardo Manso e Thomas Harres

Ecos do Pará

Houve um tempo em que parecia longe, mas agora o Pará é logo ali. Recebi a visita de Nicolau Amador, raoaz engajado na divulgação da cultura de seu estado e ganhei uma pilha de cds que vão dos mestres do carimbó ao mais puro rock’n roll. Fiquei impressionada com a variedade.
E com a capacidade de articulação dessa moçada. Logo que saiu de São Paulo Nicolau postou nosso papo no blog ProRock. Copiei aqui pra vocês mas o link fica como indicação porque vale a pena.

E também é do Pará o talentoso Arthur Nogueira que a audiência do Vozes do Brasil já conhece. Ele acaba de me mandar esse lindo clipe da canção $Cara de Marina Lima e Antonio Cícero que fas parte do cd Mundano. Diz que Marina adorou! Direção de Alexandre Nogueira, fotografia de Thiago Kunz e edição de Thiago Pelaes. Veja o vídeo e depois saiba mais sobre Arthur Nogueira no site oficial.

Além do Pro Rock que linkei acima tem o incrível Terruá Pará, que junta tudo num lugar só. Segue aqui o link. E nesse domingo, abrindo a rede Vozes do Brasil, cobertura do Conexão Vivo Salvador nos 107,3 em São Paulo. Pra conferir outros horários e emissoras abra VOZES DO BRASIL NO RADIO.

As belas da semana no Vozes do Brasil: Bárbara Eugênia e Juliana Kehl

Bárbara Eugênia lança seu primeiro clipe com a excelente canção “O Oposto do Osso” que tem Dustan Gallas nos teclados; Regis Damasceno na personalíssima guitarra; Rica Amabis na programação; e Dengue no baixo. Delícia total de letra e música.
O clipe foi dirigido por Dani Dellamare e Marco Villas Boas.

O OPOSTO DO OSSO

Quer saber mais? Tá aqui o link pro site oficial que é lindo.

Juliana Kehl lançou o clipe de “Rede de Varanda” em 2010 numa festinha delicia na Serralheria em São Paulo. A música abre o cd que tem participações estreladas como Dominguinhos, Swamy Jr. e Marcelo jeneci. Produção do talentoso Gustavo Ruiz.
O clipe foi dirigido por Nina Cavalcanti.

REDE DE VARANDA

direção e montagem Nina Cavalcanti
fotografia Érico Toscano
direção de arte Luciana Cottini
assistência de direção Pedro Sampaio
produção Odara Carvalho
bailarinos Alexandre Magno, André Graça, Vitor Bassy, Eros Leme, Beto Amorim

Bárbara Eugênia e Juliana Kehl estão nos boletins do Vozes do Brasil dessa semana, assim como Gilberto Gil com “No Norte da Saudade”, a banda Perigas Ver com “Minissérie”, e o meu adorado Jorge Mautner com a gostosurinha “Aeroplanos”.
Ouça Jorge Mautner aqui:

Thiago Pethit no Vozes do Brasil

O disco Berlim, Texas foi lançado em 2010 e repercute como novo até agora. Thiago Pethit é um compositor original, elegante, charmoso. Adjetivos que se prestam também a sua performance no palco. Ele tem passagem pelo teatro, nota-se, mas é de carisma que estou falando. O rapaz entra e hipnotiza a platéia. Eu adoro ouvi-lo, adoro seus shows.
Conversamos sobre Leonard Cohen e Patti Smith, duas paixões que temos em comum, e vou finalmente mostrar o disco com Thiago ao meu lado no Vozes do Brasil. Desde que vi um de seus shows no Studio SP fiquei louca por esse momento. Demorou, mas desencantamos e o Pethit Prince está no Vozes.
Depois de ouvir o programa, ou antes, durante, aproveite pra assistir os clipes. Porque o rapaz tem amigos tão bacanas e charmosos e inteligentes quanto ele. Não deixe de ler a ficha técnica dos clipes. É desse tipo de música que eu gosto, onde se encontra diversão e arte.

Dirigido por/Directed by: Vera Egito e Renata Chebel
Diretor de Fotografia/DP: Will Etchebehere
Atriz/Actress: Alice Braga
Figuração (Corpo de Baile) /Supporting Actors: Alberto Lins, Daniela Arrais, Érika Garrido, Filipe Redondo, Flávia Rebello, Gabriel Miziara, Ilana Lischtenstein, Luciana Obniski, Pedro Haddad, Rodrigo Spina e Tammy Lischtenstein.


MAPA MUNDI

Dirigido por/Directed by: Renata Chebel
Editado por/Editing by: Edu Porfirio
Direção de Arte/Art Direction by: Frank Dezeuxis e Renata Chebel

Para sintonizar o Vozes do Brasil na sua cidade entre na página VOZES DO BRASIL NO RÁDIO e confira emissoras e horários.
Lembrando que a Eldorado FM em São Paulo mudou para 107,3.

Nara canta Stones

Como já disse muitas vezes, Nara Leão foi uma artista muito a frente de seu tempo. Uma mulher incrível, o tal capitulo a parte que canta Tatit em Capitu. Nesse vídeo da tv Record – bons e velhos tempos que não voltam mais, ela faz um cover dos Rolling Stones! Dá pra acreditar?
Recomendo fortemente a biografia de Nara Leão escrita por Sérgio Cabral. Muito pelo que foi essa artista incrível e inovadora, mas também porque o texto dele é muito bom. Só pra lembrar alguns fatos, Nara pediu “Lindonéia” pra Caetano depois de ver o quadro de Rubens Gerchman, levou Zé Kéti e João do Vale pro teatro e fez o histórico “Opinião”, cantou Roberto e Erasmo quando ninguém mais dava bola, foi pioneira da bossa nova gravando todo mundo no selo Elenco de Aloysio de Oliveira. A lista é imensa.
E tem a história da passeata contra as guitarras que é muito boa! Ela viu tudo pela janela do Hotel Danúbio aqui em São Paulo. Tem que ler!

NARA

“As Tears Go By” foi cantada originalmente por Marianne Faithfull com 17 anos em 1964. Foi um sucesso com ela e no ano seguinte com os Stones. Marianne esteve no Brasil no começo dos anos 2000 e eu vi! No Sesc Pompeia. Assunto grande pra outro dia, por enquanto vamos ouvi-la. Nesse vídeo ela dá uma pequena entrevista depois de cantar.

MARIANNE

Hoje estréia minha coluna no C2+Música, caderno de música que sai aos sábados no Estadão. Faço parte agora da turma de colunistas do Ouvido Absoluto e estou muito orgulhosa. Citei Nara Leão no texto e esse post no blog é consequência de ter lembrado dela pra escrever.

Ah, quem me deu a dica da Nara cantando Stones foi a antenadíssima Arícia Mess que acaba de lançar o cd “Onde Mora o Segredo”. Pra ouvir, vá aqui.

E pra ler a coluna por aqui mesmo, esse é o link pra versão digital do C2+Música.