Marcelo Camelo no Vozes em Casa: Ouça Aqui!

Uma conversa com Marcelo Camelo pra ser boa não pode ser linear. A cabeça desse rapaz é um carrossel! E eu adoro! A gente fala de literatura, cinema, praia, apartamentos, computadores e música. Vai assunto volta assunto e a gente cai no disco, no show, no violão, no talento da Mallu.
O programa ficou com essa cara. Meio non sense, cabeça e coração. Foi tão gostosa a conversa que resolvi colocar no ar do jeito que foi. Brincadeira de voyeur auditivo pra você que curte o Vozes.

OUÇA AQUI


MARCELO CAMELO – BL.01
MARCELO CAMELO – BL.02

Marcelo Camelo no Vozes em Casa pra sair de férias!

Marcelo Camelo esteve aqui comigo pra gravar o Vozes em Casa. Falamos de literatura, novas tecnologias, cidades, amor e música.
O resultado vai pro ar no proximo domingo na Eldorado em São Paulo e depois segue pra redinha Vozes do Brasil: Inconfidencia em BH, Lumen em Curitiba, Nacional em Brasilia e Educadora em Salvador.
Delicia de conversa. Tão boa que vou tocar o disco todo essa semana. Toque Dela é pra sair de férias. Volto logo. Beijos pra todos!

Paulo Moura, Marcelo Camelo e Elza Soares

Chegou aqui em casa um pacote Natura Musical com esse presente que é o livro Paulo Moura, Um Solo Brasileiro. É um retrato afetivo musical muitíssimo bem editado pela Casa da Palavra com entrevistas feitas por Halina Grynberg, psicanalista, escritora, produtora e mulher desse grande músico brasileiro por 26 anos. As entrevistas na verdade são conversas. Na apresentação do livro, um texto poético e amoroso, ela descreve um café da manhã ao lado de seu marido, esse mestre dos sopros, esse ícone da nossa música, e pra ela um homem “que não precisa dormir pra criar”. O livro é lindo. Ler é como ouvir Paulo Moura, é descobrir um universo riquíssimo por trás do som da clarineta.

Larguei o livro pra receber em casa o cantor e compositor Marcelo Camelo. Há meses esperamos por essa chance, ele e eu. O disco Toque Dela já rodou o país, já toquei quase todo no Vozes do Brasil e ainda nao tinhamos conseguido esse encontro. Ele veio com o violão mas como as novas músicas são mais pra guitarra ouvimos um pedacinho de um samba pop de Mallu Magalhães e uma versão de Los Hermanos absolutamente diferente. Marcelo fala dos livros que lê e se diz complacente com as diferenças – ouve de tudo! E assume. Já curtiu Bon Jovi quando garoto, gosta dos fados que ouve em Portugal, entrou numa onda Strokes agora no Rio e fala comigo sobre os compositores cabeça e os xamãs. Um papo delicioso, como era de se esperar. Falamos de Paulo Moura, sobre a história já clássica do ouvido interno que Villa Lobos disse a Jobim que tinha pra fazer música cheio de crianças em volta. Paulo Moura e Camelo tem em comum a impressão que o lugar onde estão, onde criam, onde estudam, imprime em suas composições. Não é lindo? Agora o Vozes em Casa com Marcelo Camelo entra na fila e breve vai pro ar.

Fiz essa entrevista ainda sob os efeitos da apresentação de Elza Soares no Conexão Vivo em Salvador. Foi inacreditável! Elza chegou na praia da Pituba numa cadeira de rodas, entrou no palco apoiada por dois homens e cantou sentada. Fez uma operação na coluna “mas não na voz”- disse ela. Essa mulher levantou a platéia de um jeito! Só mesmo com muita verdade, muita vontade de viver, muito amor à música. Que grande artista. E fez graça com o trompetista da banda Senta a Pua cantando com ele sentadinho ao lado dela “O Neguinho e a Senhorita”. Um charme. Injetou alegria e emoção direto nas veias de todo mundo que viu. Não foram poucos os que chegaram às lágrimas. Inesquecível. Falei com Elza para o Vozes do Brasil e logo teremos aqui e no ar a cobertura completa dessa etapa baiana do Conexão Vivo.
E assim começou a minha semana. Que bom!

NO PASQUALE COM VANESSA DA MATA E MARCELO CAMELO

Ontem tivemos o segundo bate papo na Fnac dentro do projeto Estaçao Férias da Eldorado. Fomos lá conversar com Marcelo Camelo. Ele foi tímido e genial como sempre. levou seu violão e fez algumas canções do cd SOU e outras inéditas e versões exclusivas como o “Porta de Cinema”, samba brejeiro e carioca feito por seu avô. Pra ouvir sintonize o Vozes do Brasil pelo país afora ou acesse depois dessa quarta o site Território Eldorado (links aí ao lado).
Não tivemos muito público apesar das mais de cem inscrições pelo site – esses fenômenos eu nunca vou entender. No entanto tivemos uma platéia especial: Mallu Magalhães, Kassin e Vanessa da Mata.
Um encontro assim a gente não desperdiça e saímos todos depois do evento pra mais um clássico paulistano: jantar depois do show. Estão aí as fotinhos paparazzi feitas com meu celular. Qualidade nenhuma, mas muita animaçao em volta da mesa farta do Pasquale.

"jantar com as estrelas"
folia no italiano mais divertido da cidade

folia no italiano mais divertido da cidade